Escritor publica livro e planta árvores

Autor recebe certificação por compensar CO2 gerado pela impressão de seu novo livro

A preocupação com as florestas tropicais é mundial. Iniciativas vêm sempre surgindo no sentido de financiar a preservação do meio ambiente. Atento ao assunto, o novo livro do escritor Augusto Cruz, “Sobre Mares e Monstros e Outras Histórias”, editora Scortecci, com lançamento previsto para o dia 16 de setembro na Livraria Cultura, em Salvador, acaba de receber Certificação pela neutralização de parte do Carbono emitido pela produção e confecção da obra, a partir da restauração florestal de nascente, em propriedade de uma pequena agricultora, no município de Igrapiúna-BA. Serão plantadas árvores que compensarão cerca de duas toneladas de carbono.

“Acho de extrema importância a colaboração com o meio ambiente. Independentemente do tamanho do projeto, sejamos conscientes. Assim, ofertaremos um ambiente melhor para as futuras gerações”, explica Augusto, que já havia efetuado a neutralização quando da publicação de seu primeiro livro, “Corredor: Um Estilo de Vida”. O processo de remoção de gás carbônico acontece através do ‘sequestro de carbono’, que é a absorção de grandes quantidades de gás carbônico (CO2) presentes na atmosfera. A forma mais comum é a naturalmente realizada pelas florestas: na fase de crescimento, as árvores demandam uma quantidade muito grande de carbono para se desenvolver e acabam tirando esse elemento do ar. Esse processo natural ajuda a diminuir consideravelmente a quantidade de CO2 na atmosfera: cada hectare de floresta em desenvolvimento é capaz de absorver de 150 a 200 toneladas de carbono.

O projeto existe desde 2012 e faz parte do Programa de Serviços Ambientais da Organização de Conservação da Terra, Organização da Sociedade Civil, instituição sem fins lucrativos, tendo como principal objetivo neutralizar e compensar a pegada de carbono, pela recuperação de áreas degradadas em Áreas de Preservação Permanente (APPs) de nascentes em pequenas propriedades rurais, na Área de Proteção Ambiental (APA) do Pratigi.

Kátya Elpydio3905 Posts

Criei o Borimbora com o objetivo fundamental de fazer com que você esteja sempre à frente do seu tempo no que diz respeito à comunicação na sua totalidade. Nenhum de nós é TÃO BOM quanto todos nós JUNTOS!

0 comentários

Deixe um comentário

Login

Bem vinda! Entre na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password