Dançar ajuda a manter vitalidade do corpo e da mente, diz especialista

Para quem não curte fazer as atividades vigorosas, responsáveis por uma maior exaustão física e tensões musculares, a dança pode ser uma ótima escolha. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a prática regular de exercícios aeróbicos, como caminhar, correr, pedalar e dançar por pelo menos 150 minutos semanais, por um adulto, já são suficientes para manter-se longe das estatísticas do sedentarismo. Segundo Guilherme Reis, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness, as atividades não vigorosas são ótimas alternativas para quem não gosta de treinos muito pesados ou para aqueles que não podem fazer treinos que exigem maior esforço, principalmente, por causa de doenças crônicas. Para o especialista, a dança pode ser uma grande aliada para quem quer se manter saudável; pois, além de ajudar no controle do peso e trabalhar diversos músculos do corpo, ajuda também na saúde da mente. “Ao contrário do que muita gente pensa, dançar vai muito além de uma atividade divertida; os benefícios são vários. Ajuda na queima de calorias, no combate ao estresse e ainda pode aumentar a sensação de bem estar”, conta o especialista da maior rede de academias do Nordeste do Brasil. Desse modo, Guilherme explica que dançar pode ser uma ótima saída especialmente para idosos. “Como existem várias modalidades de dança, a depender do ritmo e da intensidade, ela pode trazer benefícios para o coração e para o condicionamento muscular e, por consequência, melhorar também a flexibilidade, o equilíbrio, a coordenação motora e a concentração”, completa. 

FOTO: ELI CRUZ

 

Kátya Elpydio5401 Posts

Criei o Borimbora com o objetivo fundamental de fazer com que você esteja sempre à frente do seu tempo no que diz respeito à comunicação na sua totalidade. Nenhum de nós é TÃO BOM quanto todos nós JUNTOS!

Login

Bem vinda! Entre na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password