13ª COMPETIÇÃO BAJA SAE BRASIL – ETAPA NORDESTE REUNIRÁ 18 CARROS EM SALVADOR COM PATROCÍNIO DA FORD

A Ford patrocina, de 19 a 21 de outubro, a 13ª Competição Baja SAE Brasil – Etapa Nordeste – Ford Motor Company Brasil 2018, que será realizada em Salvador (BA), no Senai Cimatec, pelo segundo ano consecutivo. Cerca de 360 estudantes de Engenharia, representando sete estados brasileiros e o Distrito Federal, participam dessa iniciativa, da qual a Ford é a principal patrocinadora, além de apoiar as equipes da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Senai Cimatec e a Universidade Salvador (Unifacs). O evento terá a participação de 18 carros off-road projetados e construídos por alunos de instituições de ensino da Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Maranhão, além do Distrito Federal.

Os times terão de submeter os veículos a provas estáticas e dinâmicas, supervisionadas por juízes, todos engenheiros da indústria da mobilidade. A programação começará no dia 19 com as apresentações orais dos projetos. No dia 20, os carros passarão por avaliações de segurança, conforto e motor, além de provas dinâmicas que testarão a suspensão, a capacidade de tração, a aceleração e a dirigibilidade dos bajas. No dia 21, a partir das 9 horas, será a vez do enduro de resistência, com três horas de duração – a prova mais esperada da competição, que será aberta ao público.

Paulo Oliveira, gerente de Instalação de Motores da Ford América do Sul, é baiano e participou de competições como esta na sua época de estudante. Hoje ele é um dos organizadores do evento e comenta a importância da participação dos alunos nessas provas. “Iniciativas com esse perfil contribuem para o crescimento e o desenvolvimento acadêmico dos estudantes, além de fomentar a cultura automotiva e da mobilidade no Nordeste do país”, afirma ele.

Marcia Christine Lima, capitã da equipe Carpoeira Baja, que conta com 17 integrantes da UFBA, participa pela quinta vez da etapa regional. Aluna do 9º semestre de Engenharia de Produção, ela conta que, nas últimas competições, alcançaram o segundo lugar na Etapa Regional (Nordeste) dentre 18 equipes, e na Etapa Nacional do Baja ficaram em 21º, dentre 84 equipes competidoras. “O protótipo deste ano está em fase de acabamento após etapas intensas de testes e avaliações. Mas estamos otimistas e esperamos que nosso veículo tenha um desempenho superior ao das competições anteriores para que possamos nos manter no pódio”, afirma a estudante.

Etapa Baja Nordeste

A Etapa Nordeste teve início em 2005, em Camaçari, por iniciativa de engenheiros da Ford que já haviam participado da rodada nacional durante a universidade. O intuito, então, era acelerar o desenvolvimento das equipes dessa modalidade na região em preparação para a competição nacional, realizada anualmente no primeiro semestre no interior de São Paulo, com cerca de 70 times de todas as regiões do Brasil. Este é o segundo ano em que esta fase será realizada na capital baiana.

Em 2017, a equipe campeã da 12ª Competição Baja SAE Brasil – Etapa Nordeste – Ford Motor Company Brasil foi a Mangue Baja, da Universidade Federal de Pernambuco. A equipe Carpoeira, da UFBA (patrocinada pela Ford), conquistou o 2º lugar e o 3º ficou com a equipe Cactus da UFERSA – Rio Grande do Norte.

O que é a competição Baja SAE BRASIL

A competição Baja SAE Brasil é um desafio lançado aos estudantes de Engenharia que oferece a chance de aplicar na prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, com o objetivo de incrementar sua preparação para o mercado de trabalho. Ao participar do programa, o aluno se envolve com um caso real de desenvolvimento de um veículo off-road, desde a sua concepção, projeto detalhado, construção e testes. Os alunos devem formar equipes que representarão a instituição de ensino superior à qual estão ligados. Os times são desafiados anualmente a participar da competição, que reúne os estudantes e promove a avaliação comparativa dos projetos. No Brasil, a competição nacional recebe o nome de Baja SAE Brasil e as competições regionais são chamadas de Etapa Sul, Sudeste e Nordeste. As etapas não são complementares e a equipe vencedora do Baja nacional ganha o direito de competir na etapa internacional, realizada nos Estados Unidos.

História 

O projeto Baja SAE foi criado na Universidade da Carolina do Sul, Estados Unidos, sob a direção do Dr. John F. Stevens e a primeira competição ocorreu em 1976. O ano de 1991 marcou o início das atividades da SAE Brasil, que, em 1994, lançou o Projeto Baja SAE Brasil. Em 1995, foi realizada a primeira competição nacional, em São Paulo. No ano seguinte, a competição foi transferida para o Autódromo de Interlagos, onde permaneceu até 2002. A partir de 2003, passou a ser realizada em Piracicaba, interior de São Paulo. Desde 1997 a SAE BRASIL também apoia a realização de eventos regionais do Baja SAE Brasil, por meio de suas Seções Regionais.

Carros

            Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora de estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP. Eles devem ser capazes de transportar pessoas com até 1,90 metro de altura e até 113,4 quilos. Os sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são desenvolvidos pelas equipes, que têm ainda a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

 

Kátya Elpydio5066 Posts

Criei o Borimbora com o objetivo fundamental de fazer com que você esteja sempre à frente do seu tempo no que diz respeito à comunicação na sua totalidade. Nenhum de nós é TÃO BOM quanto todos nós JUNTOS!

0 comentários

Deixe um comentário

Login

Bem vinda! Entre na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password