Bullet lança “Responsa”, agência formada exclusivamente por profissionais de comunidades

Fileira de cima: Eduardo Andrade (sócio e CBO Bullet), Lara Lages( selecionada para Responsa), Adriana Ribeiro (sócia e e (CFO) chief financial officer Bullet), Mariane Paula (selecionada para Responsa), Samuel Gomes (Embaixador da Responsa dentro da Bullet), Monique Evelle (empreendedora social e sócia do projeto), Enio Xavier (selecionado para Responsa), Aldo Pini (sócio e CSO Bullet) Fileira debaixo: Iara Matias (selecionado para Responsa), Renato Melo (selecionado para Responsa)

Uma agência com gente da quebrada para projetos feitos para a quebrada. Para destacar o olhar cultural e criativo dos novos centros urbanos (periferia), a Bullet lança em parceria com a empreendedora social e jornalista Monique Evelle a primeira unidade da Responsa.

O objetivo da nova agência é ser um negócio social e autossustentável e mostrar de forma real, através do olhar de quem vive nos novos centros urbanos, o potencial de negócio desse mercado, que gira em torno de R$ 675 bilhões por ano no Brasil, de acordo com levantamento do Instituto Locomotiva, consultoria especializada em estudar os hábitos da classe C.

Laboratórios de trade e consumo, criação de novos produtos ligados às necessidades desse público e campanhas mais representativas são algumas das entregas iniciais da Responsa.

“A Responsa quer mostrar o potencial dos novos centros urbanos, dar visibilidade às pessoas das comunidades, que não têm acesso às agências tradicionais, e criar projetos com profissionais que conhecem a realidade local”, destaca Monique Evelle, sócia da Responsa.

“Quando pensamos em montar uma agência com profissionais dos novos centros urbanos, imaginávamos ter franquias desta agência em diversas comunidades, em sociedade com os líderes de cada uma. Foi assim que o projeto nasceu. E hoje, qualquer marca brasileira que entenda que existe um mundo inexplorado, que não pode ser apenas um roll-out de estratégias macro, vão ver nas Responsa uma oportunidade única”, afirma Fernando Figueiredo, CEO da Bullet.

“Faz tempo que vínhamos pensando em como aliar o negócio ao social de forma sustentável. A Responsa reflete esse sonho. Vamos desenvolver negócios para marcas a partir de conhecimento e conversa com essa grande parcela da sociedade.  Além de produtos e campanhas, a Responsa quer ser uma agência de inteligência, levando esta realidade local com as ações criadas por integrantes das comunidades da periferia para o mundo” diz Eduardo Andrade, sócio e CBO da Bullet.

A diversidade é um ponto importante da Responsa, que quer compor um time com representantes de diversos públicos, como negros, mulheres, LGBTs e Trans. A seleção online escolheu 30 candidatos de várias regiões de São Paulo para participar da construção de um case.

A partir daí, já foram selecionados os primeiros profissionais contratados para atuar na agência, que terá sede no Largo do Arouche, região central de São Paulo e de mais fácil acesso para todos. Os selecionados vão fazer um treinamento de método na Bullet e permanecerão conectados com as lideranças para o desenvolvimento dos trabalhos.

 

Kátya Elpydio5693 Posts

Criei o Borimbora com o objetivo fundamental de fazer com que você esteja sempre à frente do seu tempo no que diz respeito à comunicação na sua totalidade. Nenhum de nós é TÃO BOM quanto todos nós JUNTOS!

Login

Bem vinda! Entre na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password