“Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico

  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico
  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico
  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico
  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico
  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico
  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico
  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico
  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico
  • “Lavagem Cultural” abriu o carnaval no Centro Histórico

Os cantores Felipe Pezzoni e Solange Almeida foram coroados rei e rainha da 27ª edição do evento organizado por servidores da Funceb

Um desfile colorido, marcado pela diversidade cultural, abriu, nesta quarta-feira, 22.02, o Carnaval do Centro Histórico. A Lavagem Cultural, organizada por servidores e funcionários da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), animou o grande público que aderiu ao cortejo, que partiu da sede da Secretaria de Cultura do estado da Bahia(SecultBA), no Palácio Rio Branco, seguindo até o Terreiro de Jesus. O rei e a rainha desta 27ª edição do evento foram os cantores Felipe Pezzoni e Solange Almeida. O ator Luís Miranda recebeu homenagem especial.

Eles fizeram o percurso no carro alegório, ao lado da diretora da funceb, Fernanda Tourinho. A programação começou    com as bandas de percussão e de sopro do Maestro Reginaldo de Xangô, Terra da Felicidade, o Afoxé Filhos de Gandhy, os tradicionais bonecões e pelas baianas estilizadas. O evento atraiu o público que participou ativamente do cortejo. Já no acesso ao largo de Tereza Batista só era permitido para os portadores da camisa padronizada do evento.

Na segunda parte do evento, Já no Pelourinho, o cantor Felipe Pezzoni, atual vocalista da Banda Eva e a cantora Solange Almeida, que usava um look inspirado na Tropicália, foram coroados rei e rainha da Lavagem. Eles animaram o “bloco” cantando músicas tradicionais do carnaval baiano como Chame Gente, famosa na voz de Moraes Moreira e Faraó Divindade do Egito, da banda Olodum. O ator e humorista baiano de Santo Antônio de Jesus, Luís Miranda, recebeu homenagem especial da organização do evento.

Para a diretora Fernanda Tourinho, “a Lavagem é um momento de felicidade para a Fundação Cultural e para lembrar de outros reis e rainhas que já passaram por aqui”. Já participaram do evento notáveis como Ivete Sangalo, Gilmelândia, Carlinhos Brown, Armandinho, Alinne Rosa, Regina Dourado, Daniela Mercury, Elba Ramalho, Preta Gil, Licia Fabio, Tatau, Levi Lima, Denny, Ana Mametto, dentre muitos outros.

Origem – A primeira Lavagem Cultural da Funceb aconteceu em 1989, quando a instituição, hoje localizada no Centro Histórico, ainda funcionava na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, no bairro dos Barris. O evento faz parte do calendário oficial carnavalesco do Governo do Estado e reúne carros alegóricos, afoxés, funcionários, turistas e a população em geral.

A Fundação Cultural da Bahia (Funceb) é uma entidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult BA)

Fotos: Acervo Funceb

 

Kátya Elpydio5436 Posts

Criei o Borimbora com o objetivo fundamental de fazer com que você esteja sempre à frente do seu tempo no que diz respeito à comunicação na sua totalidade. Nenhum de nós é TÃO BOM quanto todos nós JUNTOS!

0 comentários

Deixe um comentário

Login

Bem vinda! Entre na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password