“Africanidades Livres em Sons e Palavras” valoriza os blocos afros e a cultura negra

Vércia 2

Projeto da cantora baiana Vércia começa no dia 1º de abril no bairro de Pernambués. A entrada é franca.

Acontece nesta sexta-feira, dia 1 de abril, às 17 horas, no Centro Cultural Urbano de Pernambués, a estréia do projeto “Africanidades Livres em Sons e Palavras”. Trata-se de um evento músico-literário idealizado pela cantora baiana Vércia para ressaltar a importância da influência dos blocos afros na emancipação do povo negro baiano, estimulando uma cultura de valorização cultural e auto estima. O projeto, que foi contemplado pelo edital Arte em Toda Parte III, da Fundação Gregório de Mattos/ Prefeitura Municipal, será desenvolvido ao longo do mês de abril em vários bairros de Salvador, sempre com entrada franca.

A ideia do projeto, criado pela própria Vércia e pela produtora e multiartista baiana Maria Prado de Oliveira, é unir música e literatura, proporcionando debates sobre o processo libertário de povos subjugados historicamente, como é o caso dos afrodescendentes. No contexto musical, Vércia apresentará um repertório pautado em gêneros de origem africana. Já na sua vertente literária, o projeto conduz a uma comparação com a realidade de Moçambique, na África, a partir da obra “Nós Matamos o Cão Tinhoso”, do escritor Luís Bernardo Honwana.

A base do projeto “Africanidades Livres” está na academia. Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Literatura e Cultura (PPGLitCult), do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia, Vércia realiza a pesquisa “Leituras de Anticolonialismo na obra Nós Matamos o Cão Tinhoso, em Trânsitos por Textos e Contextos de (Pós)Colonialidade”, sob a orientação da professora Maria de Fátima Maia Ribeiro.

Além de Vércia, participarão das palestras musicadas, os músicos Alê Santana, Marcus Santos e Geovana Franco, além dos responsáveis pela editora Ogum’s Toques, Guellwaar Adún e Mel Adún, convidados da área de literatura.   

Programação

Confira os locais onde vão acontecer as palestras musicadas, sempre às sextas-feiras do mês deabril, às 17h, com entrada franca:

Pernambués – Centro Social Urbano (1º de abril)

Itapuã – Casa da Música (8 de abril)

Ribeira – Instituto de Cultura Brasil Itália Europa (15 de abril)

Cajazeira XI – Associação Pássaros das Águas (22 de abril)

Liberdade – Centro Social Urbano (29 de abril).

 

Kátya Elpydio5624 Posts

Criei o Borimbora com o objetivo fundamental de fazer com que você esteja sempre à frente do seu tempo no que diz respeito à comunicação na sua totalidade. Nenhum de nós é TÃO BOM quanto todos nós JUNTOS!

0 comentários

Deixe um comentário

Login

Bem vinda! Entre na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password