AMOR EM SAMPA

FILMESCOMÉDIA, MUSICAL

Uma comédia romântica onde todos correm atrás de seus desejos, através de cinco historias de amor que se entrelaçam na cidade.

Amor em Sampa | Crítica

Filme mistura gêneros para fazer homenagem à capital paulista

Bruna Lombardi, Carlos Alberto Riccelli e Kim Riccelli (mãe, pai e filho, respectivamente) voltam ao circuito nacional com Amor em Sampa, uma comédia romântica misturada com musical que busca mostrar a que há de melhor na maior cidade do Brasil.

A premissa do filme não é inovadora: a trama segue a história de vários personagens pela cidade, sendo que alguns se conectam, mas outros permanecem em seus núcleos. Em meio a isso, duas tramas se destacam. Mauro (Rodrigo Lombardi) é sócio de uma agência de publicidade e sonha em fazer uma cidade melhor. Ele cria o projeto que dá título ao longa, que busca criar mais áreas verdes na capital. A segunda é Aniz (Bruna Lombardi), uma executiva prestes a assumir a direção da empresa e muito cortejada por Lucas (Eduardo Moscovis), outro membro do conselho que deseja convencê-la a fazer uma venda.

A escolha de usar vários personagens é acertada, pois permite que o filme mostre várias realidades, desde uma talentosa cozinheira (vivida pela cantora Michele Mara, em sua estreia no cinema), até duas amigas que sonham em ser atrizes. A edição é bem feita e, apesar de ficarmos algum tempo longe deste ou daquele personagem, o longa flui bem e consegue desenvolver cada um no seu próprio tempo.

Talvez o que mais surpreenda em Amor em Sampa sejam os números musicais, que aparecem já nas primeiras cenas e acompanham os personagens, que cantam diante de alguns acontecimentos e reviravoltas. É uma decisão corajosa que causa um pouco de estranhamento, mas se torna orgânica ao longo do filme.

Há ainda espaço para um pouco de drama, com o casal formado por Rodrigo LombardiMariana Lima. Fica perceptível a mudança de tom na produção nesse momento, mas a direção é bem feita e os atores conseguem transmitir a emoção na intensidade necessária.

Ainda que tenha o apelido da cidade no título, Amor em Sampa se preocupa mesmo em mostrar as pessoas. A cidade, apesar de muito bela, é mostrada como algo que existe por conta das pessoas que estão nela, com seus diferentes sonhos e trajetórias. É um filme leve, gostoso de assistir e que vai agradar quem conhece o dia a dia corrido de uma metrópole como São Paulo.

TRAILERS

Fonte: Omelete | CAMILA SOUSA
 

Kátya Elpydio5508 Posts

Criei o Borimbora com o objetivo fundamental de fazer com que você esteja sempre à frente do seu tempo no que diz respeito à comunicação na sua totalidade. Nenhum de nós é TÃO BOM quanto todos nós JUNTOS!

0 comentários

Deixe um comentário

Login

Bem vinda! Entre na sua conta

Lembre de mim Perdeu sua senha?

Lost Password